TSE proíbe Lula de aparecer como candidato na TV

PUBLICADO EM:

Após a decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), em rejeitar a candidatura de Lula –condenado à 12 anos de prisão por corrupção- na última sexta-feira (31), o PT exibiu Lula em vídeos da campanha eleitoral na televisão no sábado e domingo.

Para alguns ex-ministros da corte eleitoral, o ato foi visto como uma afronta ao tribunal, conforme revela o jornalista Valdo Cruz, em seu blog.

Não demorou para que partidos políticos questionassem o fato na justiça.

O partido novo alegou numa ação judicial que, a propaganda eleitoral veiculada no final de semana teve “clara intenção de fazer o eleitor acreditar que Lula segue na campanha como candidato”.

O caso foi analisado pelo ministro Sérgio Banhos, que determinou, nesta segunda-feira (03), que o PT suspendesse a inserção na TV onde o ex-presidente seja apresentado como candidato à Presidência da República. Também foi determinado multa de R$500 mil, no caso de descumprimento da decisão.

“Ao tempo em que a propaganda inicia-se com uma fala de Luiz Inácio Lula da Silva fazendo menção aos seus anos de governo, prossegue com a de Haddad não explicitando a sua condição de vice, nem sequer na legenda, mas, noutro passo, enaltecendo o governo Lula”, ressaltou o ministro na sua sentença.

Após ser notificada, a defesa do ex-presidente comunicou ao TSE a imediata troca na propagando eleitoral, em atendimento e conformidade à decisão do tribunal.

Comentários

NOTÍCIAS RELACIONADAS

EDITORIAS POPULARES

NOSSAS REDES SOCIAIS

70,268FãsCurtir
28,000SeguidoresSeguir
177SeguidoresSeguir
2,000InscritosInscrever
Comentários