Fundação Renova
Fundação Renova

Salomé, torcedora-símbolo do Cruzeiro, de 86 anos, é agredida por torcida organizada

Maria Salomé da Silva, de 86 anos, é conhecida como uma torcedora-símbolo do Cruzeiro. Apesar de Dona Salomé ser tão querida, uma brutalidade fez com que ela fosse levada para uma unidade de pronto atendimento (UPA), na noite da última terça-feira (3). A senhora e uma adolescente de 15 anos que a acompanhava, foram agredidas na saída do jogo de vôlei do Sada Cruzeiro em Betim, Região Metropolitana de Belo Horizonte, pelo Mundial de Clubes Masculino.

Segundo informações, três carros pararam na porta do Ginásio Divino Braga, em Betim, e distribuíram agressões contra duas torcedoras do Cruzeiro que deixavam o local. Além de Salomé, uma jovem de 15 anos também foi agredia e chegou a desmaiar e ter convulsões após a agressão. Já a idosa sentiu dores no corpo.

Ambas foram levadas para a unidade de saúde. O estado de Dona Salomé é estável e a senhora recebeu alta nesta quarta-feira (4), sentindo apenas dores no corpo. Já a jovem de 15 anos ainda segue em observação.

De acordo com a Polícia Militar, torcedores do Cruzeiro interviram para conter as agressões. Os agressores fugiram do local.

Na tarde desta quarta-feira, o Sada Cruzeiro publicou um vídeo, em sua conta no Twitter, de Salomé trabalhando na sede do clube. Ela ainda garantiu que estará no ginásio Divino Braga mais uma vez, para torcer para o time do coração.

Comentários