Rei dos empates: série invicta do Cruzeiro engana

PUBLICADO EM:

EDITORIA:

É inegável a melhora do Cruzeiro desde a chegada de Abel Braga, ao comando técnico da equipe. Mas, apesar de ter apresentado um desempenho melhor com a mudança de treinador e de estar há dez jogos sem perder, com Abel o time celeste perdeu apenas um jogo, o da estreia do comandante, a Raposa segue com muitos riscos de rebaixamento. Atualmente, a equipe estrelada ocupa a 15ª colocação, com 35 pontos, e pode terminar a rodada apenas um ponto acima do Z4.

E em toda essa situação, o que causa estranhamento maior é, como um time que não perde há dez jogos, ainda segue na briga contra o rebaixamento? Bom, a resposta é simples:o Cruzeiro é o time que mais empata no campeonato. São 14 empates no ano, sendo que, sete destes, aconteceram dentro da atual série invicta. E, apesar de obviamente ser melhor que perder, a pontuação ganha por resultados iguais (um ponto) é mais próxima que a recebida nas derrotas (zero pontos), do que a ganha nas vitórias (três pontos). Por isso, as consequências se tornam negativas para times que empatam muito.

Para se ter ideia, nos últimos dez jogos, foram 30 pontos disputados e , mesmo sem perder uma partida sequer, o Cruzeiro conquistou apenas 16 pontos. O aproveitamento é de 53,3% de pontos ganhos. Se a Raposa, nessas dez partidas, tivesse ganho cinco e perdido cinco, sem um período invicto tão grande, teria conquistado 15 pontos e um aproveitamento de 50%. Ou seja, o período tão grande sem derrotas, mas com muitos empates, deixam o time celeste somente com um ponto a mais do que teria se tivesse perdido metade e ganhado a outra metade destes jogos.

Rei dos empates: série invicta do Cruzeiro engana
Má fase de jogadores de ataque do Cruzeiro, como Fred, contribui para o alto número de empates – Crédito da foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Necessidade de vitórias

Sendo assim, é possível enxergar o qual prejudicial empatar muito pode ser. Pois, apesar de uma pontuação maior que se fossem cinco empates e cinco vitórias no período, qualquer outro resultado positivo já teria feito o Cruzeiro ter vantagem, mesmo sofrendo derrotas.

Cruzeiro 0 x 0 Atlético: assista ao pós-jogo

Portanto, neste momento, é imprescindível que o Cruzeiro volte a vencer, principalmente por, nos próximos jogos, o time celeste ter adversários diretos pela frente. Seguir empatando pode jogar o time mineiro para a zona de rebaixamento mais rápido do que se pode imaginar.

Outro fator importante na discussão vitórias x empates x derrotas é os critérios de desempate. No Brasileirão, o número de vitórias é o principal critério em situações de pontuação igual. Sendo o Cruzeiro o time que mais empata no Brasileirão, automaticamente o número de vitórias e derrotas fica baixo. A Raposa é, hoje, o oitavo time que menos perdeu no Brasileirão, mas também é o terceiro que menos venceu. Os empates tem sido tão prejudiciais ao time mineiro que cinco equipes estão em sua frente, tendo perdido mais vezes.

E, em eventuais situações que sejam necessários os critérios de desempate, as chances do Cruzeiro sair prejudicado são muitas. Afinal, no número de vitórias, o time celeste só ganha dos virtualmente rebaixados Avaí e Chapecoense e empatam com o CSA, 18° colocado.

Veja também: Segurança do Mineirão é alvo de racismo após clássico

Comentários

NOTÍCIAS RELACIONADAS

EDITORIAS POPULARES

NOSSAS REDES SOCIAIS

70,270FãsCurtir
28,000SeguidoresSeguir
178SeguidoresSeguir
2,000InscritosInscrever
Comentários