QuarentEnem: estudantes criam projeto para auxiliar jovens que prestarão Enem

PUBLICADO EM

A realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é, com toda certeza, um dos mais importantes momentos na vida de um estudante. Após se preparar durante anos, o aluno presta o exame que permite o ingresso na maior parte das universidades públicas do país, desejo de grande parcela da população.

Contudo, ninguém esperava é que o planeta fosse ser afetado por uma pandemia que mudou completamente a forma de vida de toda população mundial, onde todos os países precisaram adotar o isolamento social como medida de segurança e prevenção ao vírus que resulta numa doença muitas vezes letal, a COVID-19.

Com a paralisação das atividades, os estudantes que prestariam o Enem ficaram prejudicados, já que, as escolas, cursinhos e outros meios de estudo foram fechados por tempo indeterminado.

Por isso, pensando nos colegas que tiveram o ano letivo interrompido pela pandemia, estudantes de diversas universidades e institutos federais criaram o QuarentEnem: um projeto para auxiliar, por meio das redes socais Instagram, Telegram e WhatsApp, esses alunos que acabaram sofrendo com a paralisação das aulas.

QuarentEnem

O QuarentEnem busca, por meio de um método preparatório simples e objetivo, ajudar os estudantes a seguirem com seus estudos e serem menos prejudicados neste momento de pandemia. Os conteúdos aplicados são divididos por dia e em disciplinas, como podemos ver no post abaixo:

No Instagram do projeto também é possível encontrar um link do agregador de arquivos Google Drive, com material para estudo de diversas disciplinas, além de links para o ingresso nos grupos destinados as discussões, correções de exercícios e das redações.

Importância do projeto

Gabriela Moura, estudante de Letras da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) e participante do projeto falou sobre a importância do projeto e também sobre o que a levou a fazer parte dele.

“O Brasil é um país extremamente desigual e isso se reflete em larga escala na educação. Se existem diversos problemas e discrepâncias de oportunidades no ensino superior, na Educação Básica os números são ainda maiores. Então não podemos partir do pressuposto que o Enem em si é um exame igualitário”, disse Gabriela.

QuarentEnem: estudantes criam projeto para auxiliar jovens que prestarão ENEM
Alunos participantes do projeto – Crédito da foto: QuarentEnem/Divulgação

A estudante falou sobre a desigualdade que se acentuou ainda mais com a quarentena na educação brasileira.

“Já existem diversos problemas independente de quarentena ou não. Porém, nesse momento inédito no qual estamos passando, a situação se agravou ainda mais. Um terço da população brasileira não tem computador em casa ou não tem acesso à internet. Os alunos de escola particular continuam tendo aula e, obviamente a maior parte, por estar pagando a escola particular, têm condições de ter um computador em casa. Já os alunos de escola pública, estão sem aulas, sem recursos e sem direcionamento”, falou.

Gabriela também contou sobre a motivação de criar o projeto QuarentEnem e sua importância.

“O projeto foi criado antes do adiamento do Enem e foi uma forma que encontramos de amenizar, na medida do possível, esse desamparo com os estudantes. Estamos tentando auxiliar os alunos a partir dos nossos conhecimentos e da nossa experiência, e felizmente, estamos contando com o apoio de vários professores da educação básica que se envolveram no projeto também. O intuito do projeto é ajudar e direcionar esses estudantes, principalmente os menos favorecidos, que são os mais prejudicados”, completou.

Veja também: Plataforma brasileira oferece curso online gratuito para o Enem 2020

Comentários

destaque

Em Ouro Preto, campanha solidária arrecada recurso para restauro da arcada dentária de Guilherme; saiba como ajudar

O jovem Guilherme Augusto precisa da sua ajuda. Ele foi atropelado em Santo Antônio do Leite, no último domingo (5), e o...

USP está entre as 50 melhores do mundo em quatro áreas de concentração

A consultoria chinesa Shanghai Ranking divulgou no dia 29 de junho o Global Ranking of Academic Subjects, que classificou mais de 4 mil...

EDITORIAS POPULARES

NOSSAS REDES SOCIAIS

70,359FãsCurtir
28,000SeguidoresSeguir
181SeguidoresSeguir
2,000InscritosInscrever
Comentários