Fundação Renova
Fundação Renova

Parque Horto dos Contos, em Ouro Preto, está revitalizado

O Parque Horto dos Contos, em Ouro Preto, está revitalizado e pronto para ser entregue novamente à comunidade.

O espaço de lazer de 360 mil metros quadrados situado em pleno centro histórico, entre a Igreja do Pilar, a Casa dos Contos e a Rodoviária, abrange o antigo Horto Botânico, na encosta do vale, com vista para o casario histórico da cidade. Ele passou a ser aberto ao público em 2008, porém foi fechado sete anos após a sua abertura, devido à falta de recursos.

A revitalização só foi possível agora, graças a uma parceria com a empresa mineradora Vale, firmada em novembro de 2019. Foram recuperadas as estruturas físicas (lanchonete, parquinho, vestiários e quadra), reconstituição do piso em áreas erodidas e contenção de parte da encosta próximo à portaria do Pilar. Foi realizada ainda a limpeza do curso de água.

O diretor de Projetos e Áreas Protegidas da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Edenir Ubaldo Monteiro, o Teteco, avalia a importância deste projeto. “É uma satisfação muito grande. O horto é um cartão postal da cidade, importante para a parte ambiental, estava abandonado e muito depredado. É uma unidade de conservação no centro da cidade, importantíssima também para o turismo, que vai precisar ser fomentado após a pandemia, para aquecer a economia”.

No local existem mais de 80 espécies botânicas identificadas, entre árvores frutíferas, como a pitangueira e a figueira, e outras de grande porte, como o cedro e jatobá. Ao longo dos 2 km de trilhas existem plataformas de madeira para descanso, contemplação da paisagem e até piqueniques.

Placas educativas estão dispostas em todo o trajeto do parque apontando as espécies florestais e identificando os monumentos presentes na vista de cada mirante. Estes indicadores também mostram os percursos mais curtos e aqueles acessíveis a deficientes físicos, além de transmitirem mensagens em prol da preservação do meio-ambiente.

O parque está pronto para ser reaberto à visitação pública, tão logo a pandemia o permita, e a previsão é de que aconteçam no espaço atividades de intervenções culturais e eventos. A ideia é tornar o horto um ambiente de conservação e buscar usá-lo para pesquisas e estudos, em parcerias com Universidades da região e pesquisadores.

Horto está pronto para ser reaberto à visitação – Foto: Ane Souz/PMOP
Foto: Ane Souz/PMOP

História do Parque

O Horto dos Contos foi fundado em 1799.  O local foi idealizado pela Corte Portuguesa para aclimatação de plantas, particularmente especiarias, como o cravo da Índia, a canela, a pimenta, a árvore pão, além do cultivo de plantas e sua disseminação, com a finalidade de gerar desenvolvimento para as localidades.

Difundindo novas culturas agrícolas, o horto teve papel importante no estudo das espécies originais dos povoados mineiros e na domesticação de plantas enviadas de locais distantes, como Pará, Rio de Janeiro, Portugal ou de outras partes do Império Português.

Parceria com a Vale

A parceria entre a Prefeitura de Ouro Preto com a Vale trouxe um grande investimento para o local. De acordo com o prefeito de Ouro Preto Júlio Pimenta, em entrevista cedida ao Mais Minas no mês de novembro de 2019, a mineradora investiria cerca de R$ 500 mil para a recuperação de toda a área, além de melhorias em questão de conforto e também acessibilidade. O projeto traz uma recuperação do local, revitalizando o que foi proposto com mais atividades e maior empenho.

Assim, a revitalização buscava dar a cidade de Ouro Preto um local de área verde, dentro do centro histórico, além de trazer atividades educativas, artísticas, musicais e culturais em parceria com instituições privadas e de poder público para que as pessoas possam utilizar da melhor forma possível o local.

ASSINATURA DO TEMPO DE PARCERIA. VICE PREFEITO, GERENTE EXECUTIVA DE PROJETOS DA VALE, PREFEITO E SECRETÁRIO DO MEIO AMBIENTE, OCORRIDA EM NOVEMBRO – CRÉDITO DA FOTO: KINDERLLY BRANDÃO/MAIS MINAS

A obra tinha previsão de conclusão e reabertura do Horto no final do mês de março de 2020, com todo o espaço pronto e revitalizado. Contudo, a pandemia fez com que os planos iniciais fossem adiados.

Além da recuperação, estava previsto um plano de negócios da gestão do espaço com segurança e limpeza. Quando for reaberto, a entrada ao Horto será gratuita, dando oportunidade para que todos conheçam o local e possam usar dessa área contemplativa com segurança e tranquilidade.

O diretor de Projetos e Áreas Protegidas da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Edenir Ubaldo Monteiro, ressaltou em novembro à importância do projeto para o município: “O horto é um cartão postal da cidade, muito importante para a parte ambiental, já que a parte botânica já foi muito utilizada para pesquisas bem sucedidas no passado, e a nossa ideia é continuar com esse uso do espaço no futuro”.

* Com informações da Prefeitura de Ouro Preto

Comentários