Os vinte anos da novela ‘Laços de Família’

PUBLICADO EM

A TV Globo encerrou o milênio com a superprodução “Terra Nostra” (20 de setembro de 1999 a 2 de junho de 2000), escrita por Benedito Ruy Barbosa. Ana Paula Arósio e Thiago Lacerda protagonizaram a trama que acontecia no Brasil entre o final do século XIX e início do século XX. A maior parte da história se passava nas fazendas de café do interior de São Paulo, tendo como carro-chefe a imigração italiana no Brasil. A novela teve como missão resgatar a audiência perdida com a injustiçada “Suave Veneno”, de Aguinaldo Silva.

O drama da personagem Camila (Carolina Dieckmann), que tinha leucemia, chegava para prender o telespectador pela emoção, literalmente. “Laços de Família”, substituta de “Terra Nostra”, foi uma novela escrita por Manoel Carlos, dirigida por Ricardo Waddington e produzida e transmitida pela TV Globo entre 5 de junho de 2000 e 3 de fevereiro de 2001, totalizando 209 capítulos.

O novo folhetim trazia um ar menos grandioso e mais atual mostrando a vida cotidiana da sociedade carioca, especialmente no bairro do Leblon. A inigualável Vera Fischer voltava ao horário nobre com sua sensualidade e beleza como um dos dispositivos mais fortes de atração proposta por esta história. Fischer protagonizou a novela no papel de Helena, nome recorrente nas obras de Manoel Carlos.

A trama marcou a estreia do ator Reynaldo Gianecchini em novelas, onde ele viveu o protagonista Eduardo, um jovem médico recém-formado que se envolve em um triângulo amoroso entre Helena e Camila. Mãe e filha, drama formado.

As raízes do relacionamento entre os três personagens começaram a crescer quando Edu conheceu Camila em uma viagem ao Japão, em que ele foi junto com Helena para visitá-la. Camila volta ao Brasil e passa a desenvolver um forte laço de amizade com Edu. O relacionamento entre Edu e Helena sofre com a resistência de Alma (Marieta Severo),  tia superprotetora de Edu, que faz de tudo para ver Helena longe dele. Por sua vez, o relacionamento de Edu e Camila sofre resistência em respeito a Helena, uma vez que ela estava envolvida com o médico.

Além disso, a personagem Camila sofreu também com a solitária vilã Íris, papel vivido pela atriz Deborah Secco, que era meia-irmã de Helena. A personagem não se conformava com o romance de Edu e Camila e afirmava constantemente que a filha “roubou” o namorado da mãe. Com isso, ela fazia de tudo para separar os dois. Ao mesmo tempo, Íris também era apaixonada por Pedro (José Mayer), mas ele a menosprezava dizendo que ela não passava de uma garota mimada.

Grávida de Edu, Camila descobre Camila tem leucemia, e acaba perdendo o bebê. A partir daí, o público começa a acompanhar a trajetória da personagem e dos personagens próximos lidando com a doença.

Da novela, podemos destacar duas cenas marcantes. A primeira, como não poderia ser diferente, é quando Camila raspa a cabeça ao descobrir que tem leucemia. A emocionou a atriz durante a gravação e foi ao ar no dia no dia 9 de dezembro de 2000 Posteriormente, a Globo usou a cena em uma campanha para incentivar a doação de medula óssea. Relembre:

Outra cena marcante foi quando a vilã Íris foi visitar Camila no hospital e acabou levando uma surra de Helena. Relembre:

https://youtu.be/iwinIXhbTDo

Comentários
EDITORIA:

destaque

Veja as vagas de emprego do Sine Ouro Preto para 3 de agosto, com inscrições pela web

O Sine Ouro Preto volta a oferecer oportunidades de trabalho na próxima segunda-feira, 3 de agosto de 2020. Os profissionais interessados em...

‘Thor: Ragnarok’ e ‘Segurança em Risco’ são os filmes da Tela Quente desta segunda (3), na Globo

“Thor: Ragnarok” e “Segurança em Risco” são os filmes que serão exibidos na Tela Quente hoje, 03/08, na Globo, logo após a...

EDITORIAS POPULARES

Comentários