Fundação Renova
Fundação Renova

Operário morre soterrado em obra realizada em Barbacena

Jairo Leandro de Matos, de 45 anos, foi atingido na cabeça e morreu no local do acidente

No início da tarde desta quarta-feira, 30 de outubro, as equipes do Corpo de Bombeiros de Barbacena foram acionados à comparecer na rua José Pires dos Reis, no bairro das Mansões, em Barbacena, onde houve o soterramento do operário em uma obra.

Chegando ao local, os bombeiros verificaram que seis funcionários da Prefeitura de Barbacena executavam trabalhos de manilhamento de captação de águas pluviais na via pública que foi aberta, com o uso de uma retroescavadeira para esses trabalhos, sendo verificado que a obra alcançava um trecho de cerca de 10 metros na via pública com profundidade de 2,5 metros e cerca de 1,5 metros de largura, onde os operários colocavam as manilhas de concreto para captar as águas pluviais.

Em um determinado momento, dois operários que se encontravam dentro da vala foram atingidos por um movimento de massa da terra que deslocou-se, atingindo-os e jogando ambos contra a outra parte da vala.

Os dois operários ficaram parcialmente soterrados, sendo que o operário Jairo Leandro de Matos, de 45 anos, foi atingido também na cabeça por um pedaço de meio-fio de concreto, causando-lhe esmagamento do crânio e fratura de pescoço. Ele não resistiu e morreu no local.

Os bombeiros rapidamente retiraram o corpo das vítimas, encaminhando o outro operário que estava com vida até uma ambulância do SAMU, que ficou responsável pelas demais providências, dentre as quais o encaminhamento da vítima ao Hospital Regional.

No local, ao todo, seis operários executavam trabalhos, sendo que um estava numa retroescavadeira, dois na parte interna da vala e três na parte externa da mesma sobre a via pública, e nada sofreram. Apesar da terra estar bastante encharcada, não chovia no momento do acidente.

O corpo de Jairo, após ser resgatado, foi deixado aos cuidados para os trabalhos de perícia e funerária.

No local, os bombeiros tiveram apoio da Polícia Militar e Secretaria Municipal de Obras.

Comentários
Carregando...