Newton Paiva e Livraria do Psicólogo e Educador promovem palestra gratuita sobre prevenção ao suicídio

PUBLICADO EM:

EDITORIA:

No mês considerado de prevenção ao suicídio, a Newton, em parceria com a Livraria do Psicólogo e Educador, realiza palestra com o psicoterapeuta existencial Valdemar Augusto Angerami. Com o tema “Suicídio e suas interfaces”, a palestra ocorrerá no auditório do campus Silva Lobo da Newton (avenida Silva Lobo, 1730, Nova Granada), no próximo dia 26 de setembro, quinta-feira, das 19h às 22h. Na ocasião, será lançado o livro “Suicídio e suas interfaces: o ardiloso emaranhado da autodestruição”, organizado por Angerami. O evento é aberto ao público e as inscrições são gratuitas.

Valdemar Augusto Angerami é uma das referências no país sobre o estudo do suicídio. É autor com o maior número de livros publicados sobre Psicologia no Brasil e adotados em universidades de Portugal, México e Canadá. Além de psicoterapeuta existencial, é professor das pós-graduações em Psicologia da Saúde da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). É coordenador do Centro de Psicologia Existencial e membro da Comissão Justiça e Paz de São Paulo.

Newton Paiva e Livraria do Psicólogo e Educador promovem palestra gratuita sobre prevenção ao suicídio
Psicoterapeuta existencial Valdemar Augusto Angerami aborda prevenção ao suicídio em palestra na Newton – Crédito da foto: Paula Linhares Angerami

Suicídio

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a taxa de suicídios a cada 100 mil habitantes aumentou 7% no Brasil. Os dados englobam mortes registradas entre os anos de 2010 e 2016. O índice no país é alarmante, principalmente se comparado ao cenário mundial, que registrou uma diminuição em 9,8%. A organização revela, ainda, que o suicídio é a segunda causa de morte entre jovens de 15 e 29 anos no mundo. A primeira são os acidentes de trânsito.

Para Arlete Santana Pereira, professora do curso de Psicologia da Newton, o suicídio se caracteriza como fenômeno complexo e multideterminado, já que “fatores de ordem biológica, psicológica, sociodemográfica e cultural interagem entre si”. A coordenadora do curso de Psicologia da Newton, Andréia Barbosa de Faria, pontua a urgência de discutir o assunto, muitas vezes incompreendido e alvo de preconceitos. “O diálogo pode ser uma ferramenta capaz de evitar o suicídio. Os profissionais da Psicologia devem, também, trazer orientações sobre mudanças de comportamento, alertando e sinalizando familiares e amigos sobre a possibilidade de detectar um possível ato de suicídio e atuar em tempo”, considera.

Para Andréia, o ambiente acadêmico deve também ser espaço que acolhe e viabiliza discussões sobre a saúde mental. “A academia é o local de conhecimento, esclarecimento e rompimento de tabus. Alunos, professores, funcionários e a comunidade de modo geral precisam saber que todos nós passamos por situações de vulnerabilidade, por momentos difíceis, e tudo bem pedir ajuda. Falar de suicídio é também falar sobre salvar vidas”, defende a professora.

Ações contínuas

A OMS reforça a necessidade de países estabelecerem estratégias nacionais com medidas preventivas e orientações que ajudem a população a tratar do assunto. Ao ter em mente que as ações que envolvem a saúde mental devem ser contínuas, a Clínica Escola de Psicologia da Newton oferece atendimentos para a comunidade interna e externa, desde psicoterapia para crianças, adolescentes, adultos e idosos até orientação profissional e de carreira.

Durante o primeiro semestre de 2019, foram realizadas 5.076 intervenções. Desse número, 59,33% dos atendimentos correspondem a pessoas do sexo feminino e 40,67%, do sexo masculino. Para cada público, uma intervenção é desenvolvida por alunos com supervisão dos professores do curso. A clínica atua em parceria com todos os cursos de saúde da Newton e funciona de segunda a sexta-feira, no campus Silva Lobo, de 8h às 21h, e aos sábados, de 8h às 12h.

Além desses trabalhos, a Newton conta também com o Núcleo de Apoio Psicopedagógico (NAPp), direcionado a ouvir alunos e professores da instituição. O NAPp está presente em todos os campi do centro universitário.

SERVIÇO

Palestra e lançamento do livro “Suicídio e suas Interfaces”

Quando: 26 de setembro, quinta-feira, das 19h às 22h

Onde: Auditório do Centro Universitário Newton Paiva – Campus Silva Lobo (Avenida Silva Lobo, 1730, Nova Granada)

Inscrições gratuitas: público externo deve se inscrever pelo endereço http://bit.ly/setembro_amarelo_Newton. Sujeito a lotação do espaço.

Newton Paiva e Livraria do Psicólogo e Educador promovem palestra gratuita sobre prevenção ao suicídio
Livro “Suicídio e suas interfaces” será lançado após palestra – Crédito da imagem: Divulgação

 

Veja também: Setembro Amarelo: depressão e ansiedade não existem só em setembro

Setembro Amarelo: depressão e ansiedade não existem só em setembro

Comentários

NOTÍCIAS RELACIONADAS

EDITORIAS POPULARES

NOSSAS REDES SOCIAIS

70,268FãsCurtir
28,000SeguidoresSeguir
177SeguidoresSeguir
2,000InscritosInscrever
Comentários