Moradores de sete comunidades marianenses participam de simulado de emergência

PUBLICADO EM:

EDITORIA:

A Defesa Civil de Mariana, em parceria com a Defesa Civil Estadual, o Corpo de Bombeiros Militar, a Polícia Militar, a Guarda Municipal e Samarco, realizou simulado de emergência na manhã deste sábado (21) nos distritos de Mariana – Camargos, Ponte do Gama, Paracatu de Cima, Paracatu de Baixo, Pedras, Borba e Campinas. O objetivo foi treinar as comunidades e os agentes municipais e estaduais sobre como agir em situações de emergência. Ao todo, 248 moradores participaram do exercício, um aumento de cerca de 30% em comparação ao ano passado. A atividade teve início às 9h, quando as sirenes foram acionadas em todos os distritos.

A principal novidade deste ano foi o planejamento participativo da ação, com a presença de dois representantes de cada comunidade e das secretarias de Mariana no Comitê Gestor do Simulado.

O Simulado

O exercício é orientado pelas normas e procedimentos que compõem o Plano de Ação de Emergência das Barragens de Mineração da Samarco. A realização do treinamento é de responsabilidade da Defesa Civil de Mariana e conta com o apoio da Samarco, que forneceu a infraestrutura, com veículos e o envolvimento de cerca de 60 empregados, além de facilitadores.

De acordo com a coordenadora de simulados pela Samarco, Melissa Manger, os simulados são importantes para desenvolver a cultura de prevenção e preparação para situações de emergências.

“Ações como a de hoje são necessárias, pois é o momento que as defesas civis municipal e estadual medem e avaliam o tempo de resposta à emergência do Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Militar e Guarda Municipal, além do nível de engajamento das comunidades. Neste ano, tivemos um avanço que foi a criação do Comitê Gestor do Simulado com a participação de dois representantes de cada comunidade e de agentes das secretarias municipais. Com o comitê, conseguimos envolver os distritos na elaboração do escopo do simulado, tornando o processo participativo e coletivo”, afirmou Melissa. A coordenadora destacou ainda que no simulado deste ano foi elaborado um plano de atendimento às pessoas com dificuldade de locomoção.

Segundo o coordenador da Defesa Civil de Mariana, Webert Stopa, o aumento da participação dos moradores foi positivo. “O objetivo da Defesa Civil é capacitar toda a comunidade e temos tido moradores muito parceiros. Esse simulado superou as nossas expectativas”, disse.

Outra novidade deste ano foi a participação da Secretaria Municipal de Saúde fazendo a aferição de pressão e glicose dos moradores. Animais de pequeno porte, como cães e gatos, também receberam a vacina antirrábica e os animais de grande porte serão cadastrados para posterior atendimento da Secretaria Municipal de Agricultura.

Moradores de Mariana participam de simulado de emergência
Crédito da foto: Divulgação/Samarco

Barra Longa

Na última quinta-feira (19), um simulado também foi realizado na cidade de Barra Longa e nos distritos de Barreto e Gesteira, sendo que duas escolas — uma municipal e outra estadual — participaram da atividade. Ao todo, 647 pessoas participaram do exercício, sendo 557 moradores e 90 organizadores e integrantes de órgãos de resposta. No município, a participação dos moradores foi aproximadamente 20% maior do que no ano passado. A ação, uma responsabilidade da Defesa Civil do município, também contou com o apoio da Samarco e do Corpo de Bombeiros Militar, da Polícia Militar e da Defesa Civil Estadual. Em Barra Longa também houve aferição de glicose e pressão dos moradores e os animais de pequeno porte também foram vacinados.

Uma semana antes das atividades em Mariana e Barra Longa, a Samarco realizou diversas ações prévias envolvendo os órgãos de segurança, empregados da empresa e a comunidade para explicar como o é o gerenciamento atual de barragens e sobre o escopo do simulado, confirmando a importância da participação de todos nesse exercício.

O coordenador da Defesa Civil de Barra Longa, Leonardo de Carvalho Roldão, fez um balanço da ação. “O simulado foi positivo. Sempre tiramos lições novas a cada ação, por isso a importância de que o exercício seja realizado todos os anos. A presença das crianças das escolas envolvidas é dos pontos de destaque e vejo que o projeto “Escola Segura” tem tido cada vez mais valor para a nossa comunidade. Chamo a atenção para a participação do Núcleo Comunitário de Proteção de Defesa Civil (Nupdec) de Gesteira que liderou a organização do exercício na sua comunidade. Esperamos que no próximo ano tenhamos uma participação ainda maior da população ”, afirmou.

A ação realizada nos municípios de Mariana e Barra Longa nesta semana foi o quinto simulado desde novembro de 2015. Ao todo, 1.001 pessoas participaram dos exercícios, incluindo moradores, organizadores e membros de órgãos de segurança. 

Moradores de Mariana participam de simulado de emergência
Crédito da foto: Débora Ozório/Divulgação

Monitoramento permanente

As barragens da Samarco permanecem estáveis, conforme aponta o monitoramento e o acompanhamento de consultorias especializadas. Relatórios sobre as condições dessas estruturas são remetidos periodicamente aos órgãos competentes. Atualmente, o sistema conta com cerca de 840 equipamentos de última geração, tais como: estação robótica e meteorológica, radares de precisão milimétrica, laser scanner, câmeras, drones, piezômetros, acelerômetros, estações fluviométricas, estações de qualidade, medidores de vazão, além de uma equipe técnica especialista com cerca de 50 pessoas.

Comentários

NOTÍCIAS RELACIONADAS

EDITORIAS POPULARES

NOSSAS REDES SOCIAIS

70,275FãsCurtir
28,000SeguidoresSeguir
178SeguidoresSeguir
2,000InscritosInscrever
Comentários