Minas Gerais recebe mais 500 mil testes de Covid-19

PUBLICADO EM

O governo federal disponibilizou a Minas Gerais, em julho, mais 500 mil testes responsáveis pelo diagnóstico de Covid-19. O recebimento foi divulgado pelo Ministério da Saúde. Apesar dos novos testes, o estado mineiro tem testado somente 8,5% da sua capacidade.

Até então o estado mineiro possuía 165.640 testes PCR para Covid-19, e agora o total disponibilizado é de 665.640. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), os novos testes devem chegar no estado ainda nesta semana.

Dados do Painel de Insumos da Covid-19, do Ministério da Saúde – Foto: Reprodução

Para realizar o teste de PCR é necessário dois kits: o primeiro para extração e o segundo para amplificação. Assim, o teste enviado pelo Ministério é referente somente à primeira etapa, de extração. Minas é o terceiro estado que mais recebeu esses kits para testagem.

Entretanto, de acordo com o último boletim epidemiológico, o estado de Minas Gerais tem capacidade para testar 4.030 pessoas ao dia, mas sua média atual é de 344 análises diárias.

Testes em Minas Gerais

Minas Gerais está entre os estados que menos testaram sua população para o coronavírus. No total, a taxa de testes é de 1,3 por mil habitantes.

Em Junho as mortes no estado aumentaram cerca de 223,68%, os confirmados subiram cerca de 275%. O crescimento dos casos vem interligado pelo baixo número de testes, visto que, como os números de casos era relativamente baixo, as medidas de distanciamento social e higiene eram menores.

Na primeira semana de julho, 7.263 resultados de exames foram liberados. Totalizando a média diária de 907 diagnósticos, ou seja, mais de 3 mil a menos que a atual capacidade de processamento laboratorial.

O número de testes realizados no estado diz respeito a metade dos feitos pelo Rio de Janeiro, com cerca de 318 exames a cada 100 mil habitantes. Em contrapartida, o estado que realizou mais testes foi o Amapá, com 4.433 análises por 100 mil habitantes, seguido por Amazonas, com 3.344 exames por 100 mil habitantes.

Atualmente em Minas Gerais são testados oito grupos:

  1. Amostras provenientes de unidades sentinelas de Síndrome Gripal (SG) e Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG);
  2. Todos os casos de SRAG hospitalizados;
  3. Todos os óbitos suspeitos de COVID-19;
  4. Profissionais de saúde sintomáticos;
  5. Profissionais de segurança pública sintomáticos;
  6. Por amostragem representativa (mínimo de 10% dos casos ou três coletas), nos surtos de SG em locais fechados (ex: asilos, hospitais, etc);
  7. Público privado de liberdade e adolescentes em cumprimento de medida restritiva ou privativa de liberdade, ambos sintomátivos;
  8. População indígena aldeada.

Leia também: De 400 testes, três casos de coronavírus são confirmados em Congonhas

Comentários
EDITORIA:

destaque

Congonhas tem oito novos casos de coronavírus

Com os boletins diários de coronavírus, o Mais Minas traz a situação, atualizada nesta quinta-feira (30), da pandemia de Ouro Branco e Congonhas, na Região do Alto Paraopeba.

Coronavírus: dados em Itabirito, Mariana e Ouro Preto, em 1/8

Os boletins epidemiológicos dos municípios da Região dos Inconfidentes, em Minas Gerais, referentes à pandemia do novo coronavírus, estão sendo publicados não...

EDITORIAS POPULARES

Comentários