Fundação Renova
Fundação Renova

Leão Lobo revela o que o “derruba” durante isolamento social

“Dignidade já”! É com o bordão dele, o célebre Leão Lobo, que iniciamos essa matéria. Um dos mais conhecidos apresentadores da televisão brasileira deu detalhes de como tem sido os seus mais de 100 dias em isolamento social e revelou o que o “derruba” nessa situação toda. “Fiz o teste, testei negativo. Mas morro de saudade da minha netinha, queria estar com a minha netinha, mas ao mesmo tempo tenho muito medo por ela e por mim (risos). Fico aqui vendo vídeos dela, conversando com ela pelo vídeo, mas é muito difícil, porque a vontade é de abraçar, de está perto, então é bem complicado”, disse a estrela ao portal Mais Minas.

Leão Lobo explicou que os fatores que o incluem no grupo de risco são para além da idade. “Eu sou do grupo de risco não só pela idade, tenho mais de 60, mas também porque sou hipertenso, diabético, tenho bronquite crônica, então por esses motivos todos tô me cuidando bem, inclusive tô fazendo uma dieta pra vê se abaixo a minha glicemia de vez né, se acabo com essa diabetes”, contou.

Se você prefere ouvir a entrevista, clique abaixo:

Conhecido por ser um dos primeiros a divulgar e comentar as maiores polêmicas envolvendo celebridades brasileiras, Leão era um dos apresentadores do programa de TV “Fofocalizando”, até que a pandemia chegou e o jornalista precisou se isolar para se proteger da contaminação pelo coronavírus. “Tentei entrar lá no programa, no Fofocalizando por aqui, mas eles acharam que ficou sem ritmo, quebrava o ritmo eu entrar gravado, ou entrar por vídeo e tal. Então, eu continuo aqui, tenho feito coisas no meu Instagram, gravando stories com fofocas, com notícias. Tenho gravado os meus programas de rádio, que eu faço para vários lugares do Brasil, são feitos de casa mesmo, então não tem problema. E tenho feito outras coisas, também publicidades que dê pra fazer daqui (casa), mas é muito limitante”, detalhou Leão sobre a carreira profissional.

Além de apresentador e comentarista, Leão Lobo tem a sua contribuição para o movimento LGBT, tendo em vista que ele foi um dos primeiros homossexuais a se assumirem na TV brasileira abertamente. O artista que sempre foi muito ativo, relembrou que trabalha com Teatro e Televisão desde os 16 anos, e lamenta não poder neste momento estar mais engajado no meio artístico. “Estar fora, estar longe pra mim é uma coisa terrível e isso é o que me abate. É a questão profissional que me abate, que me derruba, porque de resto a gente segura, mas não poder trabalhar? Os eventos que eu faço nos fins de semana, todo fim de semana, praticamente do ano inteiro, eu passo viajando ou aqui em São Paulo mesmo, mas apresentando eventos no sábado e no domingo, então você imagina como está sendo pra mim todos esses sábados e domingos aqui fechado? Então tá sendo tudo muito difícil”, exclamou o apresentador.

Contudo, Leão Lobo deixou uma mensagem de fé para os leitores do Mais Minas. “Eu não perco a esperança, porque sempre invento alguma coisa que me traga essa esperança. Eu vou buscar, eu vou atrás, eu ligo para um amigo, eu ligo pros meus familiares mais queridos, eu olho fotos da minha netinha, olho os vídeos da minha netinha e aí a gente busca a esperança. Eu sou uma pessoa muito esperançosa e acho que isso é o que tá me segurando durante esses mais de cem dias aqui trancado. E quero dizer o seguinte, que Deus nos ajude e dignidade já!”, finalizou a personalidade brasileira.

Leia também: “Ainda não foi da maneira que eu imaginava”, revela ex-BBB 20 sobre carreira durante pandemia

Comentários