Fundação Renova
Fundação Renova

Aquele questionamento atemporal

Uma dúvida muito comum no que diz respeito a alimentação saudável consiste em ingerir ou não líquidos durante as refeições.

A ingestão de grande volume de líquidos durante as refeições principais (almoço e jantar) pode resultar em distensão no estômago, o que dificulta a digestão. Quanto mais comemos mais o estômago dilata.

A ingestão de líquidos durante as refeições, além de conferir um maior volume ao estômago, envia ao cérebro a informação de que o volume de alimento consumido  é maior, mas como o líquido é absorvido mais rapidamente, pouco tempo após as refeições o cérebro pode enviar o estímulo de que o organismo precisa de maior quantidade de alimentos, o que favorece que ocorra um aumento na ingestão nas refeições posteriores.

É importante que se verifique se existe a sensação de sede durante a refeição, visto que isso pode indicar um consumo excessivo de sal na comida, o que também deve ser evitado.

Outro ponto a se analisar é se a ingestão de líquido durante a refeição é feita de modo a facilitar a deglutição, o que faz com que não se mastigue completamente os alimentos. Deve-se lembrar que uma mastigação adequada é essencial para a  boa digestão e absorção dos alimentos bem como para a saciedade, além disso, com uma boa mastigação é possível desfrutar dos diferentes sabores e texturas dos alimentos e preparações.

No entanto, quando o consumo de líquido ocorre de forma moderada (algo em torno de 100 ou 200ml) geralmente não representa um grande problema, porém nos casos em que o consumo de líquido não puder ser evitado é preferível que se opte pela água , evitando refrigerantes e sucos industrializados, bem como sucos naturais adoçados, visto que o consumo de líquidos adoçados aumenta a densidade energética da refeição o que favorece o ganho de peso. No caso do consumo de sucos de frutas naturais é interessante dar preferência para aqueles contendo frutas ricas em vitamina C, como acerola, laranja, limão, goiaba, etc., a fim de aumentar a absorção de ferro.

Mas vale lembrar que a melhor opção é  evitar o consumo de líquidos e dar preferência à ingestão de frutas a fim de conferir à refeição uma maior quantidade de fibras. Além disso, é importante ter sempre em mente a premissa de que tudo pode ser prejudicial quando consumido em excesso.

Comentários