Fundação Renova
Fundação Renova

Globo exibe o filme ‘Guardiões da Galáxia Vol. 2’ na Tela Quente

A Globo exibe o filme “Guardiões da Galáxia Vol. 2” (“Guardians of the Galaxy Vol. 2”), sucesso de bilheteria, na noite desta segunda-feira (01), na Tela Quente, logo após a novela “Fina Estampa”.

Nada é deixado ao acaso no universo da gigante dos quadrinhos Marvel. Ano após ano, a empresa alimenta um fluxo constante de super-herói nos cinemas, em um tecido cuidadosamente tecido de franquias, sequências, prequels, reinicializações e spin-offs, que trazem bilhões de lucros à empresa-mãe.

Apesar de alguns altos e baixos em seus quase dez anos de existência, o Universo de Heróis ainda está longe de estar exausto. Embora existam vozes que digam que o atual fluxo de filmes de super-heróis recentemente levou à super saturação do mercado, sempre há representantes individuais do gênero que conseguem se destacar da multidão, definindo seus próprios sotaques. Guardiões da Galáxia é, sem dúvida, um deles.

Leia mais: Como assistir os filmes do Universo Marvel em ordem cronológica

James Gunn não apenas abriu espaço para uma emocionante aventura espacial, como também abriu a porta de entrada para mundos inimagináveis ​​do MCU. O filme surpreendeu com uma maneira autoconfiante de uma maneira equilibrada entre referências lúdicas e idiossincrasias (Particularidade comportamental própria de um indivíduo ou de um grupo de pessoas) pesadas, isso sem mencionar um conjunto perfeitamente harmonioso.

A grande arte do cinema era fazer de um grupo de personagens basicamente desagradáveis ​​os heróis mais legais de uma franquia. Se os Guardiões da Galáxia pareciam volumosos e estranhos no papel, James Gunn transformou uma marca Marvel relativamente impopular em um divertido sucesso de bilheteria, que também marcou com seu tom atrevido e uma excelente playlist.

Guardiões da Galáxia Vol. 2 se tornou um aglomerado de montagens complacentes, que no mais raro dos casos, podem se conectar ao que tornou a sub-franquia há três anos. A equipe em torno de Peter Quill, também conhecido como Senhor das Estrelas (Chris Pratt), Gamora (Zoe Saldana), Drax (Dave Bautista), Rocket (Bradley Cooper) e Groot (Vin Diesel) estava no melhor caminho para avançar. Claro, ainda existem algumas missões emocionantes para se maravilhar com o fato de que a equipe deve salvar a galáxia da extinção novamente.

A primeira grande sequência de ação é um exemplo perfeito desse mal-entendido quando Peter Quill e companhia estão lidando com um monstro gigantesco do espaço. Um espetáculo gigantesco segue – mas apenas à sombra dos companheiros que foram estabelecidos na primeira parte. Isso inclui, antes de tudo, Baby Groot, a versão renascida da árvore falante, que ainda diz apenas uma frase: “Eu sou Groot”.

Quando Guardiões da Galáxia Vol. 2 finalmente chega ao seu cerne, James Gunn oferece uma visão muito promissora do desenvolvimento do personagem e como ele poderia ter funcionado o tempo todo. e deveria. No final, tudo está no mínimo certo por um breve momento precioso – cores e formas combinam-se com os sons de uma excelente mixtape.

O volume 2 do filme é tão divertido quanto a parte 1. A história não apenas conta com humor, mas também oferece uma profundidade surpreendente em um nível emocional. Uma terceira parte é mais que bem-vinda.

Comentários