Galo XXI: qual é o maior meia do Atlético no século?

PUBLICADO EM

Um dos times mais vitoriosos da América no século, o Atlético foi e ainda é casa de grandes jogadores e times históricos, que marcaram época no alvinegro mineiro. Conhecido pelo futebol ofensivo, força da torcida e raça em campo, o Galo é um dos adversários mais temíveis no país.

E pensando na gama de grandes nome que passaram pelo clube, pergunto a você, torcedor, se já parou para pensar em quais são os maiores jogadores do Atlético no século XXI? Bom, vide o número craques que vestiram a camisa alvingera, essa pergunta não é a mais fácil de responder. Mas, com sua ajuda, nós do Mais Minas tentaremos desvendá-la.

Nos próximos dias realizaremos enquetes com os maiores e melhores jogadores do Atlético em cada posição, falando um pouco de suas trajetórias com a camisa alvinegra e você, torcedor, irá votar em seus favoritos. Ao final das matérias, que serão divididas em goleiros, laterais-direitos, zagueiros, laterais-esquerdos, volantes, meias, atacantes e técnicos, iremos analisar os mais votados e montar a seleção do Galo no século XXI.

E após começar com as eleições de Victor, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Douglas Santos na defesa, além da dupla Pierre e Leandro Donizete como volantes, iremos iniciar hoje a votação do maior meia do Atlético no século XXI. Como são duas vagas na seleção, os dois atletas mais votados serão os escolhidos. Vamos aos candidatos:

Danilinho (2006-2008 e 2012)

Um dos nomes mais importantes da década passada no Atlético, Danilinho chegou ao clube em 2006, ano em que ajudou o clube a subir da Série B do Brasileirão sendo um dos destaques da competição. Em 2007 viveu um dos jogos mais marcantes de sua história pelo clube, a goleada de 4 a 0 sobre o rival Cruzeiro, na qual fez um golaço, aplicando um chapéu no goleiro Fábio.

Seu bom desempenho naquele ano ajudou o clube a se recuperar no cenário nacional e rendeu para si convocações para a Seleção Brasileira sub-20. Em 2008 foi negociado com o futebol mexicano, voltando ao Galo em 2012 para auxiliar na conquista do estadual e na excelente campanha do brasileiro daquele ano. Pelo Atlético, Danilinho conquistou a Série B de 2006 e os estaduais de 2007 e 2012.

Danilinho Galo
Danilinho foi bem em suas duas passagens pelo Atlético – Crédito da foto: Bruno Cantini/Atlético

Bernard (2010-2013)

Revelado nas categorias de base do Atlético, Bernard é um dos melhores jogadores que atuaram pelo clube nos últimos anos. Além disso, é também a maior venda da história do clube, tendo sido negociado com o futebol ucraniano por 25 milhões de euros, em 2013.

Antes disso, o baixinho e habilidoso ponta foi um dos grandes nomes do clube entre os anos de 2011 e 2013, onde com belos gols e assistência ajudou o Galo a conquistar dois estaduais, em 2012 e 2013, e uma Copa Libertadores da América, em 2013. Além disso foi eleito a revelação do Brasileirão de 2012, no qual terminou vice campeão com o Atlético.

Ainda no futebol europeu, Bernard segue mantendo grande admiração dos atleticanos e frequentemente se declara pelo clube que o revelou.

Guilherme (2011-2015)

Guilherme chegou ao Atlético em 2011 como, até então, a transferência mais cara da história do clube. Durante seu período com a camisa do Galo, o jogador viveu altos e baixos, principalmente por causa das lesões que o perseguiram por boa parte da carreira.

Apesar de jamais ter sido uma unanimidade no clube, Guilherme é lembrado por seus gols decisivos, como por exemplo nas semifinais da Libertadores de 2013 e nas quartas de final da Copa do Brasil de 2014.

Muito técnico e excelente nos chutes de fora da área, Guilherme deixou o Galo em 2015 tendo conquistado nada menos que seis títulos, sendo eles: três estaduais, em 2012, 2013 e 2015, a Copa Libertadores de 2013, a Recopa Sul-Americana de 2014 e Copa do Brasil de 2014.

Galo XXI: qual é o maior meia do Atlético no século?
Guilherme foi decisivo na Copa do Brasil de 2014 – Crédito da foto: Bruno Cantini/Atlético

Ronaldinho Gaúcho (2012-2014)

Eleito o melhor jogador do mundo por duas vezes e pentacampeão da Copa, Ronaldinho Gaúcho não só é um dos maiores atletas a vestir a camisa do Galo, como também da história do futebol mundial. O jogador chegou ao Atlético no ano de 2012, desacreditado após temporadas ruins na Europa e no Flamengo.

Ronaldinho e o Atlético precisavam se reerguer para o futebol e o casamento deu muito certo. Rapidamente o jogador se encaixou no time e vestindo a camisa 49 liderou o Galo no Brasileirão daquele ano, que terminou com o vice-campeonato atleticano.

Em 2013, já com a camisa 10, o meia voltou a demonstrar um grande futebol, sendo um dos principais destaques das conquistas do Campeonato Mineiro e da Libertadores daquele ano.

Deixou o clube em 2014, após uma vertiginosa queda de rendimento. Com a camisa do Galo, Ronaldinho conquistou um Mineiro e uma Copa Libertadores, em 2013, e a Recopa Sul-Americana, em 2014. Individualmente foi eleito o Bola de Ouro do Brasileirão de 2012, melhor jogador da Copa Libertadores de 2013 e melhor jogador da América do Sul, também em 2013.

Galo XXI: qual é o maior meia do Atlético no século?
Ronaldinho era o centro das atenções em sua passagem pelo Atlético – Crédito da foto: Bruno Cantini/Atlético

Luan (2013-2019)

Luan chegou ao Galo em 2013 e foi mais um que não demorou a cair nas graças da torcida atleticana. Por seu jeito raçudo e visual, logo ganhou o apelido de “Menino Maluquinho”, dado carinhosamente pelos atleticanos.

Durante boa parte de sua passagem pelo clube, Luan foi um 12° jogador da equipe, vindo do banco no decorrer das partidas para dar gás e ânimo ao time do Galo. Com muitos gols importantes, como na partida contra o Tijuana, nas quartas de final da Libertadores de 2013, e também na Copa do Brasil de 2014, na qual fez gol em todas as fases da competição.

Luan seguiu no time até o fim da temporada de 2019, sendo considerado um ídolo pelos torcedores da equipe. Com mais de 300 jogos pelo Galo, Luan deixou o clube tendo conquistado seis títulos: três estaduais, em 2013, 2015 e 2016, a Copa Libertadores de 2013, a Recopa Sul-Americana de 2014 e Copa do Brasil de 2014.

Dátolo (2013-2016)

Contratado durante a temporada de 2013 pelo Galo, Jesús Dátolo foi contrato de início para reforçar o bom elenco atleticano e ser uma peça de reposição a Ronaldinho Gaúcho. Com a saída do craque, em 2014, e as contínuas lesões de Guilherme, o argentino não perdeu a oportunidade e logo se tornou peça importante no Atlético.

Para se ter ideia, em 2014, Dátolo foi o líder em participações em gols pelo clube, tendo marcado sete vezes e dado incríveis 20 assistências. Naquele ano, o jogador foi importantíssimo para a conquista do clube na Copa do Brasil. O argentino também ficou marcado pelos muitos golaços que fez pelo clube, principalmente em chutes de fora da área.

Apesar de sua importância crescente no clube, Dátolo passou a sofrer com lesões e deixou a equipe em 2016, tendo conquistado três títulos com a equipe: a Recopa Sul-Americana e a Copa do Brasil, em 2014, e o Campeonato Mineiro de 2015.

Galo XXI: qual é o maior meia do Atlético no século?
Dátolo marcou na final da Copa do Brasil de 2014, contra o Cruzeiro – Crédito da foto: Bruno Cantini/Atlético

Cazares (2016-atualmente)

Contratado em 2016 para assumir a camisa 10 do Atlético, Cazares é mais um que viveu altos e baixos com o time. Muito dotado tecnicamente e autor de belos gols, o equatoriano sempre alternou as boas e más atuações com lesões e indisciplina, que prejudicaram seu desenvolvimento no clube.

No Galo, Cazares conquistou somente um título, o Campeonato Mineiro de 2017. O jogador é o estrangeiro com mais jogos e gols com a camisa do clube.

Caso não consiga votar, clique aqui.

Veja também: Torcedores do Atlético se manifestam a favor da democracia em BH

Comentários

destaque

Kombi sofre incêndio no bairro Água Limpa, em Ouro Preto

Na manha desta terça-feira (7), o Corpo de Bombeiros (CBMMG) atendeu a um incêndio na rua Dr. Benjamim Machado, no bairro Água...

Com transmissão pela web, Atlético enfrenta América em jogo-treino

Na próxima quarta-feira (15), às 10h, o Atlético enfrentará o América na Cidade do Galo em um jogo treino que terá transmissão...

EDITORIAS POPULARES

NOSSAS REDES SOCIAIS

70,354FãsCurtir
28,000SeguidoresSeguir
181SeguidoresSeguir
2,000InscritosInscrever
Comentários