Galo XXI: qual é o maior lateral-esquerdo do Atlético no século?

PUBLICADO EM:

Um dos times mais vitoriosos da América no século, o Atlético foi e ainda é casa de grandes jogadores e times históricos, que marcaram época no alvinegro mineiro. Conhecido pelo futebol ofensivo, força da torcida e raça em campo, o Galo é um dos adversários mais temíveis no país.

E pensando na gama de grandes nome que passaram pelo clube, pergunto a você, torcedor, se já parou para pensar em quais são os maiores jogadores do Atlético no século XXI? Bom, vide o número craques que vestiram a camisa alvingera, essa pergunta não é a mais fácil de responder. Mas, com sua ajuda, nós do Mais Minas tentaremos desvendá-la.

Nos próximos dias realizaremos enquetes com os maiores e melhores jogadores do Atlético em cada posição, falando um pouco de suas trajetórias com a camisa alvinegra e você, torcedor, irá votar em seus favoritos. Ao final das matérias, que serão divididas em goleiros, laterais-direitos, zagueiros, laterais-esquerdos, volantes, meias, atacantes e técnicos, iremos analisar os mais votados e montar a seleção do Galo no século XXI.

E após começar com as eleições do dono da meta atleticanado maior lateral direito e do maior zagueiro, que ainda estão em aberto, iremos iniciar hoje a votação do maior lateral-esquerdo do Atlético no século XXI. Vamos aos candidatos:

Richarlyson (2011-2013)

Originalmente volante, foi na lateral-esquerda do Atlético que Richarlyson viveu seus melhores momentos com o clube. Após um início ruim, o jogador conseguiu se firmar e foi importante em 2013, ano da conquista da Copa Libertadores pelo Galo.

Mesmo após a conquista, sendo titular na maior parte da campanha, tendo faltado ao segundo jogo da final por suspensão, Richarlyson não teve seu contrato com o Atlético renovado e deixou o clube no final daquele ano. Além da Libertadores, o lateral conquistou dois estaduais pelo clube mineiro, em 2012 e 2013.

Richarlyson Galo
Richarlyson jogou junto com seu irmão, Alecsandro, no Galo – Crédito da foto: Bruno Cantini/Atlético

Júnior César (2012-2013)

Júnior César chegou ao Galo em 2012 para suprir carência na lateral-esquerda do time e logo se tornou titular da equipe tendo bom desempenho no Brasileirão daquele ano.

No ano seguinte acabou perdendo a posição para Richarlyson, mas, por uma suspensão do concorrente, acabou sendo o titular da equipe no jogo mais importante daquele ano, a final da Libertadores. Deixou o time ao fim de seu contrato de empréstimo, que terminou em dezembro de 2013.

Douglas Santos (2014-2016)

Douglas Santos chegou ao Galo em 2014, emprestado pela Udinese da Itália. Rapidamente o jogador se adaptou e assumiu a titularidade da lateral-esquerda alvinegra, tendo participado da vitoriosa campanha da Copa do Brasil daquele ano.

Seu bom desempenho fez com que o Atlético adquirisse seu passe em definitivo no ano de 2015, o vendendo um ano depois para o futebol alemão por mais que o dobro do valor investido em sua compra.

Durante seu período no Galo, o jogador foi convocado para a Seleção Olímpica de 2016, na qual foi titular e se sagrou campeão. Ainda pelo Atlético, o jogador faturou os prêmios Bola de Prata  e Craque do Brasileirão – Lateral Esquerdo, em 2015. Douglas Santos também foi campeão mineiro no ano de 2015.

Galo XXI: qual é o maior lateral-esquerdo do Atlético no século?
Douglas Santos demonstrou excelente futebol com a camisa atleticana – Crédito da foto: Bruno Cantini/Atlético

Caso não consiga votar, clique aqui.

Vote também: Qual é o maior zagueiro do Atlético no século?

Comentários

NOTÍCIAS RELACIONADAS

EDITORIAS POPULARES

NOSSAS REDES SOCIAIS

70,293FãsCurtir
28,000SeguidoresSeguir
180SeguidoresSeguir
2,000InscritosInscrever
Comentários