Conheça “Football Manager”, o jogo que pode salvar sua quarentena

PUBLICADO EM:

Sobreviver aos dias monótonos do isolamento social tem sido um dos grandes desafios das pessoas que estão, neste momento, ficando em casa como forma de prevenção ao novo coronavírus, que se tornou uma pandemia global e vem fazendo grande número de vítimas no mundo. Por isso a sugestão de hoje será de um jogo que poderá ocupar os dias dos amantes de futebol e fazer a quarentena se tornar muito mais prazerosa e rápida: o Football Manager.

O Football Manager, ou simplesmente FM, é um jogo que utiliza de um mecanismo totalmente diferente dos jogos de futebol mais conhecidos, como PES e FIFA. O game consiste no jogador ser o “Manager” do clube ou seleção escolhida. Ou seja, você escala, treina, negocia para e comanda sua equipe, isso sem atuar diretamente na partida em si. Trocando em miúdos, você faz tudo, tudo mesmo, inclusive conceder entrevistas coletivas e dialogar com jogadores, menos controlar os atletas em campo, como é possível fazer nos dois jogos citados acima.

Base de dados extensa

Mas o que muda em relação aos outros jogos onde você é o treinador da equipe, como o Brasfoot ou o antigo FIFA Manager, e o FM? Primeiramente, a base de dados do jogo. O Football Manager tem a database mais extensa dos jogos de futebol. Você conseguirá saber até cidade, nome completo e peso daquele jogador de 16 anos da categoria de base do seu clube. O jogo também preza pela realidade, ultrapassando limites puramente esportivos. Por exemplo, você pode chegar com milhões e milhões para contratar o Lionel Messi para o Real Madrid, oferecer salários jamais vistos, que provavelmente ele nem sequer ouvirá a sua proposta.

Além disso, praticamente todas as ligas do mundo estão presentes no jogo. Portanto, se você quiser se aventurar na terceira divisão da Finlândia, poderá aceitar esse desafio. E outra vantagem é o forte sistema de edição disponível no jogo. Ou seja, caso o jogo não possua uma determinada liga, é muito provável que algum fã tenha criado algum “patch” que insira essa liga. Um exemplo disso é a segunda divisão do Campeonato Mineiro. Originalmente, essa liga não consta na database do jogo, por ser quase semiprofissional. Mas existem diversas programações feitas por fãs que permitem que você dispute esse torneio.

Neymar FM 19
Perfil do craque brasileiro Neymar no Football Manager 2019 – Crédito da imagem: Football Manager/Reprodução

Imersivo

O jogo também permite uma imersão máxima no universo do futebol. Você contrata sua equipe técnica, gerencia parte das finanças, categorias de base, treinos gerais e individuais, contratos, dá entrevistas, negocia atletas, interage com treinadores e jogadores de outras equipes e muito mais. Afinal, quem nunca quis dar aquela alfinetada no treinador rival ou zombar de um grande nome como José Mourinho ou Pep Guardiola após uma vitória?

Como o jogo busca ultrapassar limites esportivos, você cria relações interpessoais com seus atletas e gere o sentimento destes. Por exemplo, um atleta pode ficar insatisfeito no clube por estar no banco de reservas, por uma crítica em uma coletiva ou por sentir saudades de seu país natal. Resta saber como lidar. Ceder e abrir brechas para mais jogadores do elenco se queixarem ou ser mais duro e perder o apoio de seu plantel?

Para quem quer um passatempo, o Football Manager é uma ótima pedida. A enormidade de funcionalidades do jogo acaba fazendo as partidas em si um detalhe. Você passa menos tempo vendo e comandando seus atletas no gramado do que atuando em outras áreas. Mas, para aqueles jogadores mais clássicos, que não gostam de muita enrolação, existe o Football Manager Touch, com menos funcionalidades e responsabilidades e maior dinamismo.

Além disso há diversos modos de jogos online, podendo desde jogar contra/com amigos, participar de campeonatos mundiais. Também existem as opções de criar um clube do zero ou participar de desafios pré-estabelecidos.

Conheça o Football Manager, o jogo que pode salvar sua quarentena
Partida no FM 2020; gráficos são se comparam a de jogos como PES e FIFA, mas esse não é o objetivo – Crédito da imagem: Football Manager/Reprodução

Problemas no Brasil

Quem é fã de jogos de futebol sabe que a falta de organização esportiva no Brasil acaba interferindo muito nos games. Boa parte dos clubes e jogadores em jogos como PES e FIFA não são licenciados e vêm com nomes, cores e escudos errados. E o FM passa por esse mesmo problema. Há alguns anos o jogo parou de ser comercializado no país, além de perder o idioma Português (Brasil), restando somente o Português (Portugal), o que acaba não influenciando muito também. Além disso, os times vêm com nomes, cores e escudos modificados. Mas isso também não é um grande problema pois, como disse acima, é muito simples editar o jogo e com cinco minutos é possível arrumar tudo e adicionar, inclusive, fotos dos jogadores, uniformes e tudo mais.

A compra do jogo é outro problema que foi resolvido. Após o cancelamento da comercialização no país, a única forme de comprar havia se tornado por meio de cartões de crédito internacionais. Mas logo os brasileiros deram um jeito e facilitaram as formas de aquisição, que são facilmente encontradas na internet, inclusive em modos que só permitem jogos offline e que diminuem em muito o já baixo valor do jogo.

Conheça o Football Manager, o jogo que pode salvar sua quarentena
Painel tático do jogo – Crédito da imagem: Football Manager/Reprodução

História

O Football Manager foi criado em 2005, após o termino do contrato de desenvolvimento entre a Sports Interactive e a Eidos Interactive em 2004 que juntas assumiam o título de outro jogo, o Championship Manager. Com o fim da parceria, a Eidos Interactive manteve a patente do nome, Championship Manager, e a Sports Interactive a patente do código fonte e a base de dados do jogo.

De lá para cá, o FM continuou sendo lançado ano após ano e ultrapassou o Championship Manager, que viu suas vendas despencarem e o agora rival se consolidar como principal jogo da categoria. O CM, como era conhecido, se tornou um jogo de celular antes de ser descontinuado, em 2018.

Atualmente, o Football Manager se encontra na edição 2020 e é suportado nas plataformas Android, iOS, Windows, Stadia, MacOS e Nintendo Swich.

Veja também: “Sunderland Até Morrer” – a série que deveria ser assistida por todo fã de futebol

Comentários

NOTÍCIAS RELACIONADAS

EDITORIAS POPULARES

NOSSAS REDES SOCIAIS

70,267FãsCurtir
28,000SeguidoresSeguir
177SeguidoresSeguir
2,000InscritosInscrever
Comentários