Festival quer valorizar arte e cultura da região do Alto Paraopeba

PUBLICADO EM

Levar cultura e arte para quem não tem acesso a elas no dia a dia e ainda valorizar os artistas regionais. Com esse propósito, o Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG) vai realizar, pela primeira vez, o Festival de Arte e Cultura do Alto Paraopeba (Facap), em Lobo Leite, distrito de Congonhas, localizado na MG-030, a cerca de 80 quilômetros de Belo Horizonte. A programação tem mais de 30 atrações gratuitas confirmadas e se estenderá ao longo da primeira semana de abril, entre os dias 3 e 7.

Organizado em conjunto pelos campi do IFMG em Congonhas e Ouro Branco, o Facap tem a parceria da Universidade Federal de São João Del Rei e da Prefeitura de Congonhas, que estão juntas na realização. O objetivo é promover o intercâmbio cultural entre a população dos diversos municípios pertencentes à região do Alto Paraopeba. Por isso, estão sendo programadas diversas atrações como shows musicais, teatro, exposições artísticas, encontros literários, mesas redondas, encontro de folia de reis e oficinas abertas ao público (culinária, artesanato entre outras). O evento vai oferecer ainda atrações direcionadas às crianças, além de comidas típicas e cervejas artesanais.

“Estamos com muita expectativa, pois há uma riqueza artístico-cultural gigantesca no Alto Paraopeba compatível com as belezas naturais da região: belas paisagens que são moradas de grandes artistas”, afirma uma das idealizadoras e coordenadora do festival, Heleniara Moura. Também integrante da coordenação, Carlos Eduardo de Souza conta que os encontros para a organização do evento possibilitaram muitas reflexões em relação à arte e à cultura da região e demonstraram a necessidade de criação de espaços e oportunidades para os artistas regionais se (re)conhecerem, fortalecerem suas identidades e poderem expressar as riquezas artísticas e histórico-culturais locais. “Quando nos reunimos com a comunidade de Lobo Leite e os demais parceiros, sentimos que ali havia mais que um grupo de trabalho, havia um incrível desejo transformador”, destaca.

A iniciativa, segunda Camila Nogueira, também coordenadora do Facap, vem ao encontro da proposta de integrar as manifestações culturais da região, que têm sido estimuladas pelas gestões dos centros educacionais localizados no Alto Paraopeba. Por fim, a coordenadora Jeanne Botelho lembra que o festival inaugura uma importante ação, já que o fomento à produção cultural regional pode repercutir positivamente no potencial turístico das cidades.

Com o Facap, o IFMG e seus parceiros querem promover a valorização dos espaços de arte e cultura da região, que abrange as cidades de Congonhas, Ouro Branco, São Brás do Suaçuí, Jeceaba, Entre Rios de Minas, Belo Vale e Conselheiro Lafaiete. A programação completa está disponível no site http://facap.cng.ifmg.edu.br. Todas as atrações são abertas ao público. No caso de interesse em participar das oficinas, é necessário se inscrever pela internet.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

destaque

Construtora abre mais de 300 vagas em Minas Gerais

O Sistema Minas-Rio, da Anglo American, divulgou, na segunda-feira (6), novas oportunidades de emprego em Conceição do Mato Dentro, em Minas Gerais....

Ouro Preto recebe doações de 5 mil cestas básicas da JBS

Nesta sexta-feira (19), a JBS entrega 5,2 mil cestas básicas à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social de Ouro Preto (MG). As entregas fazem parte...

EDITORIAS POPULARES

NOSSAS REDES SOCIAIS

70,343FãsCurtir
28,000SeguidoresSeguir
182SeguidoresSeguir
2,000InscritosInscrever