Fundação Renova
Fundação Renova

Ex-governador Fernando Pimentel é condenado a 10 anos de prisão

A Justiça Eleitoral condenou o ex-governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), a pena de 10 anos e seis meses de prisão. Ele teria cometido crimes de lavagem de dinheiro e tráfico de influência, que ocorre quando uma pessoa se aproveita da sua posição privilegiada de autoridade para obter favores ou benefícios para si próprio ou para terceiros, geralmente em troca de pagamento. Essas irregularidades teriam sido cometidas no período em que Pimentel foi ministro do Desenvolvimento, entre 2011 e 2014. Entretanto, ainda cabe recurso da decisão da Justiça.

O inquérito apurou também que foi feito um esquema de Caixa 2 durante o tempo em que Pimentel foi ministro. Com isso, a juíza responsável pelo caso determinou que a pena seja cumprida em regime fechado. Mas há possibilidade do ex-governador recorrer em liberdade, pois a decisão ainda não transitou em julgamento.

A juíza Luzia Divina Peixoto, da 32ª Zona Eleitoral de Belo Horizonte, pode determinar também a cassação dos direitos políticos de Pimentel. Além dele, o empresário Benedito Rodrigues de Oliveira também foi condenado. Conhecido como “Bené”, ele prestou serviços financeiros à campanha de Pimentel ao governo de Minas, em 2014.

A maior parte do dinheiro lavado, cerca de R$200 mil, foi usado ilegalmente por Pimentel para uma doação ao PT, além da campanha do ex-governador receber parte do valor.

Comentários
Carregando...