Em tempos de coronavírus, reserve um momento para agradecer quem está cuidando de você

PUBLICADO EM:

EDITORIA:

O novo coronavírus transformou nossas vidas de cabeça para baixo, porém ele está nos ensinando ou nos reensinando lições essenciais para a nossa vida como o exercício da paciência e a valorização do outro. Estamos aprendendo como é importante cuidar de nós mesmos e da nossa saúde. De repente, a vida parou e tivemos que distanciar uns dos outros por segurança. Distantes, passamos a perceber coisas que são extremamente importantes, como olhar mais para o outro, para a humanidade, para a solidariedade.

Também aprendemos a valorizar o trabalho daqueles profissionais que trabalham diuturnamente para preservar nosso bem mais precioso: a nossa saúde. Muitas vezes nós acompanhamos a vida de celebridades, políticos, sobre o que estão fazendo, o que estão fazendo bem e/ou errado, o que estão perdendo ou ganhando, mas nos esquecemos de quem está de fato cuidando de nós.

No entanto, há algumas semanas a maré mudou. De repente, o foco passou a ser direcionado para as profissões que mantêm a cidade funcionando – os verdadeiros pilares da nossa sociedade.

De repente, estamos olhando para os médicos, para os enfermeiros, para os bombeiros, para os policiais, para os profissionais da limpeza, que estão trabalhando exaustivamente para nos preservar do coronavírus.

É sobre os profissionais que estão entrando mais cedo e saindo mais tarde do seu trabalho, que estão expostos ao risco de infecção para ajudar pessoas. É sobre as pessoas limpando a cidade, desinfetando as latas de lixo, ônibus, pontos de ônibus, estações de trem e metrô brasil afora, mundo afora. Esses profissionais que, diferentes de outros, infelizmente não podem trabalhar home office. Seja no supermercado, na rua ou no hospital: é hora de agradecer a essas pessoas.

E talvez daqui a algumas semanas possamos realmente tirar algo dessa crise que nos pegou de surpresa. Você já reparou que muitos dos grupos profissionais citados acima, trabalham com baixos salários?

Não seria hora de repensar quem são os verdadeiros pilares da nossa sociedade? Por que não lhes dar a gratidão e o salário que eles realmente merecem? Porque o trabalho deles é indispensável.

A todos os profissionais que, infelizmente, não podem deixar de trabalhar nesse período de crise: muito obrigado!

Comentários

NOTÍCIAS RELACIONADAS

EDITORIAS POPULARES

NOSSAS REDES SOCIAIS

70,292FãsCurtir
28,000SeguidoresSeguir
180SeguidoresSeguir
2,000InscritosInscrever
Comentários