Fundação Renova
Fundação Renova

Cruzeiro perde para o Grêmio e fica a um passo da Série B

Respirando por aparelhos, assim está o Cruzeiro Esporte Clube, faltando uma rodada para acabar o Brasileirão. O time celeste perdeu para o Grêmio, ontem (5), por 2 a 0, no Rio Grande do Sul, e agora depende de uma combinação de resultados para se manter na Série A do Brasileiro, em 2020. Na última rodada, que será realizada no domingo (8), o time celeste precisa vencer o Palmeiras e o Ceará perder para o Botafogo. Qualquer outra combinação de resultados, rebaixa a Raposa.

Como vem sido muito frisado, o Cruzeiro, mais uma vez, teve todas a ajuda possível para se livrar da sua situação incômoda, mas o principal problema do time é que ele próprio não se ajuda. Após diversas rodadas tendo a faca o queijo na mão e perdendo todas as oportunidades de se tranquilizar na tabela, a Raposa chegou na partida contra o Grêmio tendo chances de se livrar do rebaixamento dependendo apenas de si próprio.

Leia também: Veja as notas dos jogadores do Cruzeiro na derrota para o Grêmio

Caso vencesse, bastaria ao Cruzeiro que o Ceará não pontuasse mais que si na última rodada. Até um empate não seria de todo mal, visto que na última rodada o time celeste precisaria vencer e torcer para o Vozão tropeçar. Mas com a derrota de ontem, agora a Raposa é obrigada a vencer e torcer para que o rival cearense perca. Só um milagre salvará o Cruzeiro.

Cruzeiro perde para o Grêmio e fica a um passo da Série B
Imagem define bem jogo e ano do Cruzeiro – Crédito da foto: Edson Vara/ Lightpress/ Cruzeiro

O jogo

É impossível confiar no time do Cruzeiro. Tantas rodadas tendo a oportunidade de depender só de si, recebendo ajuda dos outros resultados e em nenhuma delas sendo competente, mostra que o principal adversário do Cruzeiro na luta contra o rebaixamento é ele próprio. O time fez mais uma partida fraquíssima tecnicamente e não demonstrou resistência ao Grêmio. Erros bobos, falta de entrega e deficiências básicas fizeram a Raposa ser presa fácil na Arena do Grêmio.

Como se não bastasse tudo jogar contra, Adilson Batista queimou três alterações antes dos 11 minutos do segundo tempo e, após isso, quando ainda estava 0 a 0 o placar, Robinho se lesionou e o time teve que ficar com um jogador a menos. Foi quando saíram os gols gremistas.

Gols

O primeiro gol do Grêmio saiu de um contra ataque mortal, puxado por Pepê, que, após ir pra cima da marcação, cruzou rasteiro, viu Éverton Cebolinha fazer um corta luz e a bola chegar em Ferreira, livre, do lado esquerdo da defesa celeste. O jovem gremista teve então só o trabalho de balançar as redes. A bola ainda desviou em Egídio, que devia estar o marcando, e tirou qualquer chance de defesa de Fábio.

Já o gol que deu números finais à partida foi marcado de pênalti, cometido pelo zagueiro Cacá sobre Pepê. O próprio Pepê bateu e deu números finais à partida.

Tabela e Próximos jogos

Com o resultado, o Cruzeiro se mantém em 17º lugar, com 36 pontos, dois atrás do Ceará e com três vitórias a menos. O time celeste enfrenta na última rodada o Palmeiras, domingo (8), às 16h, no Mineirão. Esse jogo pode ser o último do Cruzeiro como um dos times que nunca caiu de divisão no Brasil e no mundo. Já classificado para a Libertadores, o Grêmio joga fora, contra o Goiás, no mesmo dia e horário, para garantir o quarto lugar no Brasileirão. Caso perca o tricolor pode, no máximo, cair para quinto lugar.

Comentários