Bloco Conspirados abre o carnaval de Ouro Preto trazendo uma mistura de loucura e sanidade aos foliões

PUBLICADO EM

EDITORIA:

Criado em 2000, em Ouro Preto, o Bloco Conspirados traz para as ruas da cidade alegria e muito brilho. O bloco é composto por usuários, familiares e profissionais da Rede Municipal de Atenção Psicossocial. Abrindo o carnaval da cidade histórica de Ouro Preto, os Conspirados desfilaram na tarde de ontem, quinta-feira (20), passando pela praça Tiradentes, rua das Flores, rua São José, Largo da alegria, rua Getúlio Vargas e terminando no Largo do Rosário.

Com faixas, cores, máscaras e outros adereços, o cortejo feito pelos atendidos do CAPS, familiares e funcionários coloriram as ruas de Ouro Preto em comemoração aos 20 anos do bloco. Paulo Cesar Francisco, psicólogo do Centro e um dos organizadores do cortejo, afirma que o bloco inaugura o “desprendimento do preconceito”, completando que “todos que saem no bloco tem um pouco de loucura e um pouco de sanidade, até porque sanidade total não faz bem a ninguém, mas sim um pouquinho de loucura e alegria desprendida de preconceitos”.

Bloco Conspirados abre o carnaval de Ouro Preto trazendo loucura e sanidade aos foliões
Crédito da foto: Rômulo Soares/Mais Minas

Além de trazer a questão de loucura, sanidade e alegria, o psicólogo acrescenta a função social que o CAPS representa, em paralelo ao carnaval, uma vez que a festa em questão une pessoas diferentes e tem seu lugar para manifestações sociais e culturais. “Principalmente o carnaval de rua, que agrega todo mundo e possibilita que todo mundo mostre suas caras e suas máscaras. É onde você pode ser o que você não pode ser no dia a dia (…) O carnaval pode ser algo de mudança, desde que potencialize para a sua vida”.

Ao final do cortejo, saindo da Praça Tiradentes e descendo ladeiras, o resultado e o sentimento que fica é de dever cumprido de continuar escrevendo essa história que há 20 anos traz para as ruas de Ouro Preto um pouco de loucura e sanidade. “Estou satisfeito com o resultado. Acho que a gente veio com alegria e agora vamos ver a alegria permanecer. Uma alegria de muita tranquilidade e respeito ao outro”, finaliza Paulo.

*Reportagem de Rômulo Soares

Comentários

NOTÍCIAS RELACIONADAS

EDITORIAS POPULARES

70,309FãsCurtir
28,000SeguidoresSeguir
181SeguidoresSeguir
2,000InscritosInscrever
Comentários