Belo Horizonte pode passar por racionamento de água potável em 2020

PUBLICADO EM:

Belo Horizonte pode entrar em racionamento de água em 2020. Isso ocorrerá caso haja novamente escassez de chuvas como em 2013 e 2014. A informação é da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) e foi repassada aos vereadores da cidade.

De acordo com a Copasa, o racionamento pode ocorrer devido à falta de chuvas e ao rompimento da barragem em Brumadinho. Os rejeitos da estrutura, que rompeu em janeiro deste ano, atingiram o rio Paraopeba. Ele é um dos principais fornecedores de água para a região.

Ainda segundo a empresa, caso outras barragens venham a se romper, a situação do fornecimento de água poderá ser pior. Entre as estruturas em risco de rompimento, a de Macacos e Ouro Preto pode fazer com que o Rio das Velhas possa ser atingido.

De acordo com Rômulo Tomaz Perilli, diretor de Operações Metropolitanas da Copasa, desde o rompimento da barragem de Brumadinho o volume de água nos reservatórios diminuiu. Entretanto, não houve prejuízos no abastecimento.

Situação nos reservatórios

De acordo com a Copasa, a empresa tem 500 mil m³ de água tratada nos reservatórios. Entretanto, ainda há, também, 250 milhões de m³ de água bruta. Segundo a empresa, caso a captação no Rio Paraopeba não volte a ser feita, este número irá cair.

Segundo Rômulo Perilli, “Em maio do ano passado estávamos com 77% dos nossos reservatórios que abastecem a região metropolitana cheios. Em maio deste ano estávamos com 74%. No final de 2020 podemos chegar ao volume morto dos reservatórios.”.

O volume morto é quando as águas ficam muito baixas, tendo assim, muita dificuldade para ser captada.

Ainda de acordo o diretor, caso a barragem de Macacos e Ouro Preto se rompa, a captação no Rio das Velhas terá que ser suspensa. Isso acarretaria o racionamento mais drástico. Dessa forma, a cidade poderia ter um dia com água e três sem. Além disso, em algumas regiões o fornecimento seria totalmente interrompido.

Rômulo afirmou que esta é uma situação extrema e que a Copasa não deixará que isso ocorra.

Obras de captação de água

Segundo a Copasa, a mineradora Vale está trabalhando em um nova estação de captação de água no Rio Paraopeba. De acordo com a mineradora, o novo ponto de captação estará pronto em setembro do ano que vem.

A nova estação será construída a 12 km do atual ponto de captagem. Entretanto, a nova estação a ser fundada também poderá ser atingida caso a barragem de Congonhas rompa.

Comentários

RELACIONADOS

Comentários