Atlético 112 anos: uma história eternizada no cenário esportivo mundial

PUBLICADO EM:

No dia 25 de março de 1908, no Parque Municipal de Belo Horizonte, um grupo de estudantes iniciava uma história que, posteriormente, se eternizaria na memória e nos corações de mais de 7 milhões de torcedores, se trata do Clube Atlético Mineiro. Hoje, popularmente chamado pelo nome de seu mascote, o Galo coleciona títulos inesquecíveis, momentos marcantes e resistência, honrando o nome de Minas no cenário esportivo mundial.

Lutar sempre foi a alma deste clube, que sempre contagiou multidões, seja no estádio Independência ou no Gigante da Pampulha, Mineirão. A imagem do Atlético representa uma Massa de milhões de torcedores espalhados pelo mundo.

Em sua história, já teve nomes que marcaram o futebol nacional e mundial, como Éder Aleixo, Dadá Maravilha, Toninho Cerezo, Taffarel, Reinaldo, Ronaldinho Gaúcho e entre vários outros, além do treinador icônico Telê Santana, campeão brasileiro com o Atlético em 1971. O Galo atravessou décadas representando o futebol mineiro colecionando craques, glórias e títulos.

Cenário esportivo mundial

Atlético 112 anos: uma história eternizada no cenário esportivo mundial
Crédito da foto: Atlético

Além de ser o primeiro campeão do Campeonato Brasileiro, o Atlético também foi a primeira equipe brasileira a disputar partidas na Europa, em 1950. Na época, uma comissão da Federação Alemã foi até o Brasil escolher um clube de futebol para jogar uma série de amistosos na Alemanha contra alguma das principais equipes do país. Foram disputadas 10 partidas, 6 vitórias, 2 empates e 2 derrotas. De 1950 até o presente momento, o Atlético já realizou 26 excursões pelas Américas, Europa, África e Ásia.

Além disso, na década de 1960, o Atlético representou a Seleção Brasileira em um amistoso contra a Seleção Iuguslávia, que havia sido vice-campeã da Eurocopa. A partida, que ocorreu no Mineirão, e terminou em 2 a 2. E ainda na mesma década, o Galo disputou um jogo contra, ninguém mais, ninguém menos, que a Seleção Brasileira de Pelé, Tostão e Rivelino. Era um confronto festivo devido ao brilhantismo da campanha do time canarinho nas Eliminatórias da Copa de 1970, em que ganhou todos os jogos que disputou. Entretanto, com 70 mil atleticanos no Mineirão, o alvinegro de Minas venceu a partida por 2 a 1.

Campeão dos campeões

Atlético 112 anos: uma história eternizada no cenário esportivo mundial
Crédito da foto: Bruno Cantini / Atlético

O Atlético tem um histórico muito grande de conquistas sofridas, de deixar o coração do torcedor na boca. Recentemente, em 2013, o Galo teve uma campanha lendária na maior competição da América, a Copa Libertadores. Após uma primeira fase fantástica, repleta de goleadas, a equipe mineira passou por situações marcantes a partir das quartas de final, em que ficou a um fio de ser eliminado da competição quando Leonardo Silva cometeu um pênalti aos 48 minutos da etapa final, em um confronto decisivo contra o Tijuana, do México. Daí que surge um dos momentos mais icônicos da história do clube, em que o goleiro Victor defendeu a bola com o pé esquerdo e classificou o alvinegro para a próxima fase.

Ainda na Copa Libertadores de 2013, o Atlético reverteu dois resultados em que perdia por 2 a 0, tendo sempre o goleiro Victor como protagonista na decisão nas penalidades, contra Newell’s Old Boys da Argentina, e o Olímpia do Paraguai. Com a conquista o Galo deu a volta olímpica no Mineirão com seus craques Ronaldinho Gaúcho, Diego Tardelli, Bernard, Jô, entre outros, erguendo a taça da principal competição continental.

E a sequência de viradas históricas do alvinegro não para por aí. No ano seguinte, em 2014, o Atlético superou o Corinthians e o Flamengo nas quartas e oitavas de final Copa do Brasil,respectivamente, e mais uma vez tendo que reverter dois placares de 2 a 0. O detalhe é que no segundo jogo o Galo também saiu perdendo por 1 a 0, nos dois confrontos e acabou fazendo 4 a 1 avançando até a final da competição, em que superou o seu maior rival, Cruzeiro, por 3 a 0 no placar agregado.

Ao todo, o Atlético já conquistou 44 títulos do Campeonato Mineiro, sendo o maior campeão da competição; um Campeonato Brasileiro em 1971; um Campeonato Brasileiro Série B em 2006; uma Copa do Brasil e uma Recopa Sul-Americana em 2014; duas conquistas da Copa Conmebol em 1992 e 1997 e uma Copa Libertadores em 2013. Além disso, uma Copa dos Campeões do Brasil em 1978 e uma Copa dos Campeões Estaduais em 1937, dentre outros.

112 anos de história

Além de todas as conquistas em torneios estaduais, nacionais e internacionais, o Atlético tem um histórico de ser um clube de “Massa”, assim como é chamado sua torcida. E, com isso, um histórico de representatividade, tendo ídolos em sua história como Reinaldo, que protestava contra o governo durante a ditadura em suas comemorações. E tem como característica apoiadores de diversas classes sociais que, historicamente, se confraternizaram em prol de sua paixão, algo que perpetua há décadas. Ano após ano a história é escrita dentro do futebol, e sempre será eternizado a imagem o Clube Atlético Mineiro, o Galo Forte e Vingador.

 

Comentários

NOTÍCIAS RELACIONADAS

EDITORIAS POPULARES

NOSSAS REDES SOCIAIS

70,275FãsCurtir
28,000SeguidoresSeguir
178SeguidoresSeguir
2,000InscritosInscrever
Comentários