Após derrota, Abel Braga deve sair do Cruzeiro nesta sexta-feira (29)

PUBLICADO EM

Após uma péssima partida na noite de ontem e muito pressionado, o técnico Abel Braga deve deixar o Cruzeiro nesta sexta-feira (29). A mudança é uma tentativa de salvar o Cruzeiro da temida Série B, depois de ser derrotado por 1 a 0 contra o CSA no Mineirão. A informação sobre a entrega do cargo foi confirmada pela diretoria de comunicação do clube, no entanto, um pronunciamento oficial deverá ser feito hoje, em coletiva de imprensa.

Abel Braga disputou 14 partidas no comando do time, sendo três vitórias, três derrotas e oito empates. O contrato dele era até o final de 2020, sem cláusula de rescisão. Após a última derrota, o técnico se manteve calado e bastante abalado pelo momento.

Novo técnico

O técnico cotado para assumir o cargo agora é Adílson Batista, ex-jogador do Cruzeiro e técnico da Raposa entre 2008 e 2010, quando levou o time à final da Libertadores de 2009. Ele foi demitido do Ceará após derrota para o Flamengo, na última quarta-feira (27).

Segundo o Superesportes, o acordo entre o Cruzeiro e Adílson, de 51 anos, já está confirmado. Assim, Adílson Batista será o quarto treinador do time somente este ano, depois de Mano Menezes, Rogério Ceni e Abel Braga, respectivamente. O novo técnico assumirá um time conturbado, com salários atrasados, sem energia em campo e muito pressionado pela torcida, tendo uma missão difícil em mãos.

Derrota

A partida contra o CSA, nesta quinta-feira (28), deixou o Cruzeiro ainda mais próximo da Série B. O zagueiro Alan Costa, aos 42 minutos do primeiro tempo, marcou o gol da vitória da equipe alagoana, por 1 a 0. Mesmo com o time estrelado mantendo a posse de bola, a desorganização e falta de pontaria dos jogadores não permitiu que fosse um controle de jogo efetivo. Ao que parece, Abel Braga, que fez os últimos treinos do time fechados, perdeu o controle da situação.

A atuação do time celeste foi muito ruim, com direito a pênalti desperdiçado de Thiago Neves, que em temporadas anteriores, foi um dos principais jogadores da equipe. Deste modo, Thiago Neves, Orejuela, Pedro Rocha, Fred e Joel, assim como todo o restante do time, fizeram uma partida abaixo da crítica.

Além disso, o Mineirão voltou a se tornar um palco de guerra na noite de ontem. Isso porque parte da torcida cruzeirense, indignada, atirou sinalizadores no gramado, culminando em uma confusão, que teve de ser contida pela polícia. Com o problema, o jogo teve que ser paralisado por cerca de quatro minutos.

Assim, o Cruzeiro segue na zona de rebaixamento, na 17° colocação na tabela, com 36 pontos.

Indignação da torcida

Nas redes sociais, os cruzeirenses ficaram assustados e indignados com a partida ruim. Os comentários foram de muita revolta, principalmente sobre o meio-campo Thiago Neves. Confira:

Próximos jogos

Só restam mais três rodadas para o fim do Brasileirão e para que Adílson, se confirmado como novo técnico do time, consiga fazer um milagre para o time não cair. O Cruzeiro enfrenta o Vasco, na segunda-feira (2), em São Januário, às 20h (de Brasília). Depois, visita o Grêmio, em Porto Alegre, e encerra sua participação no Brasileirão jogando contra o Palmeiras, em casa.

Leia também: Sede do Cruzeiro amanhece com muros pichados: “Diretoria quilingue”

destaque

Quatro maneiras de economizar na decoração da casa

A decoração da casa além de deixar o ambiente mais aconchegante, entrega beleza. É muito bom poder acordar e olhar um ambiente...

Conheça Claudinho, a jovem promessa contratada pelo Cruzeiro

Durante uma live do Cruzeiro, o presidente Sérgio Rodrigues anunciou a contratação de Claudinho, que pertencia a Ferroviária-SP. A Raposa pagou R$...

EDITORIAS POPULARES

NOSSAS REDES SOCIAIS

70,329FãsCurtir
28,000SeguidoresSeguir
182SeguidoresSeguir
2,000InscritosInscrever