Alimentação equilibrada durante isolamento social fortalece sistema imune

Professora da Estácio orienta a fazer escolhas saudáveis para proteger o organismo

PUBLICADO EM

O isolamento social necessário para conter a pandemia do novo coronavírus não precisa ser motivo para descuidar da saúde e da alimentação. Mais do que nunca, ter uma alimentação equilibrada fortalecerá a imunidade.

“Para garantir um sistema imune eficaz devemos ter hábitos alimentares saudáveis, ingerir muita água, garantir uma boa higienização dos alimentos. Neste momento do distanciamento social é importante evitar dietas restritas garantindo a ingestão adequada de todos os nutrientes”, esclarece Fernanda Gandra, professora do curso de Nutrição da Estácio, mestre e doutora em Ciências de Alimentos.

A especialista orienta a ingerir frutas e vegetais, carnes, ovos, oleaginosas, iogurtes, cereais integrais e compostos bioativos, presentes no gengibre, cúrcuma e própolis. “Dessa maneira, conseguimos obter os nutrientes necessários sem precisar recorrer a alimentos caros ou suplementos alimentares, que são indicados quando a dieta não consegue garantir a recomendação de um ou mais nutrientes. Vale lembrar que a ingestão elevada de suplementos e fitoterápios trazem riscos à saúde, principalmente quando ingeridos em conjunto, por isso só podem ser usados quando indicados pelo profissional”, explica Fernanda Gandra.

Vitaminas e minerais associados são aliados do sistema de defesa do corpo. “Estudos já associaram deficiência de minerais como zinco e selênio, presentes em oleaginosas, carnes e ovos, à redução da imunidade. Além da vitamina C, pesquisas comprovam a importância da vitamina D, presente em alguns alimentos de origem animal, mas sua melhor fonte continua sendo o sol, porque a sintetizamos na pele atraves da radiação”, pontua a professora.

A professora da Estácio acentua que a manutenção de uma microbiota intestinal saudável com consumo de bactérias probióticas e prebióticos favorece o bom funcionamento do sistema imune. “As probióticas podem ser encontradas em iogurtes e leites fermentados. Os prebióticos são fibras que servem de alimentos para micro-organismos probióticos e estão presentes na cebola, alho, aveia, entre outros”, afirma.

Veja também: Segurança alimentar em tempos de pandemia

Comentários
EDITORIA:

destaque

Confira os resultados das Loterias Caixa deste sábado (1)

Aconteceu na noite deste sábado, 1º de agosto de 2020, os sorteios da Federal, Quina, Dia de Sorte, Dupla Sena, Mega-Sena e...

Sem repasses, Santa Casa de Ouro Preto vive dificuldades com 90% dos leitos de UTI ocupados

Em entrevista coletiva concedida nessa segunda-feira (27), o provedor da Santa Casa de Ouro Preto, Marcelo Oliveira, atualizou a taxa de ocupação...

EDITORIAS POPULARES

NOSSAS REDES SOCIAIS

70,448FãsCurtir
28,000SeguidoresSeguir
191SeguidoresSeguir
2,000InscritosInscrever
Comentários