10 dicas sobre introdução alimentar do bebê – Papinha

PUBLICADO EM

EDITORIA:

Para os pais marinheiros de primeira viagem, sempre é importante obter dicas de como realizar a introdução alimentar para bebês e aprender qual é a melhor papinha que você deve preparar para sua (seu) pequena (o) após os seis meses.

A recomendação dos pediatras é de que os bebês recén-nascidos amamentem até o sexto mês de vida, tendo como única alimentação o leite materno. Agora, passado este período, você mamãe e papai devem estar se perguntando: “o que vem depois?’

É sobre isso que vamos tratar neste artigo, então sem mais conversa, vamos direto ao assunto!

Dicas sobre introdução alimentar de bebê – Papinha

1 – O sabor da papinha

O sabor do leite materno é levemente adocicado, então, o bebê está acostumado há seis meses a alimentar única e exclusivamente deste sabor, uma mudança brusca pode não ser bem recepcionada pelo seu pequeno.

A dica aqui é colocar nas primeiras papinhas do bebê legumes com sabor levemente adocicado, como: cenoura, mandioquinha, batata, batata doce, e frutas.

A opinião dos pediatras se dividem entre iniciar com papinha de frutas ou legumes.

2 – Leite materno é crucial

Você já deve ter ouvido e lido sobre isso repetidamente, mas o leite materno é muito importante durante o primeiro ano de vida da criança, o resto é complementar.

Não se preocupe se por acaso seu pequeno (a) não comer toda a papinha, você ainda tem o leite materno para atender suas necessidades.

3 – Introduzindo a primeira refeição

A primeira refeição deve ser oferecida ao bebê a partir do sexto mês, neste primeiro estágio não há necessidade de oferecer várias refeições em diversos horários, uma papinha ao dia é suficiente para que seu pequeno comece a se acostumar com a nova vida!

A dica aqui é oferecer o almoço, apenas.

4 – Mais refeição

A partir do sétimo mês, após treinar, você pode ir introduzindo mais refeição na rotina do seu (a) filho (a), agora que ele (a) já sabe almoçar, é a vez de aprender a jantar.

Comece a oferecer a janta a partir do sétimo mês de vida do bebê.

5 – Como deve ser feita a papinha?

Muita gente aprende a bater os legumes ou frutas no liquidificados, no entanto, a maneira mais correta de preparar a papinha é amaçando os legumes ou frutas.

Desta forma não corre o risco de os alimentos perderem as fibras,  nutrientes e vitaminas.

Outra dica importante ainda dentro do mesmo tópico é não misturar todos os alimentos e fazer uma “gororoba”. Coloque no pratinho do bebê os alimentos separados, exemplo: gema de ovo, batata amassada, cenoura etc. Assim, você vai identificar qual é a preferência do seu bebê.

6 – Capacidade de comer

Uma informação muito importante é que o bebê nesta idade consome cerca de 100 ml, essa é a capacidade gástrica que um bebê tem. Não tente fazer com que o seu pequeno coma como um adulto.

7 – Bebês não sabem engolir a comida

Normalmente o bebê cospe os alimentos e alguns pais chegam a ficar irritados, calma, ela ainda está aprendendo.

8 – Água

Comece a oferecer a água quando começar a oferecer a papinha.

A água é necessária para ajudar na digestão da refeição do bebê.

9 – Sal

Não coloque sal neste primeiro momento, deixe ele ir descobrindo os sabores.

10 – Ovo e feijão

Neste período o corpo do seu bebê ainda não está pronto para digerir feijão, pode ser incomodo e causar gases.

A cada 3 legumes você pode oferecer 1 gema de ovo, não ofereça a clara ainda.

Comentários

destaque

Por que ‘Dark’, série original da Netflix, beira a perfeição?

Em sua última temporada, a primeira produção alemã "Dark" da Netflix continua a crescer em abismos sombrios entre o mistério da viagem...

Audiolivros: as melhores plataformas para ouvir pelo celular

Os audiolivros têm se tornado cada vez mais populares e não faltam razões que justifiquem essa explosão de popularidade. Além de possibilitar...

EDITORIAS POPULARES

NOSSAS REDES SOCIAIS

70,331FãsCurtir
28,000SeguidoresSeguir
182SeguidoresSeguir
2,000InscritosInscrever
Comentários